top of page
  • Foto do escritorAndrea Machado

de mãos dadas: arte e sustentabilidade


Obra de Alex Červený. O corpo de um homem como ponte no rio para outros atravessarem.
Alex Červený. Obra 'Futuro do Pretérito. 2023. Óleo sobre linho 50.5 x 151 cm. Galeria Millan. Foto: Julia Thompson

A arte não apenas inspira, mas também sensibiliza. E explorar a interseção entre arte e sustentabilidade é uma maneira poderosa de conscientizar e promover a preservação do nosso planeta com celebrações em todo o globo.


A Art Basel, uma das mais disputadas, está às vésperas de acontecer, entre 8 e 10 de dezembro, com a sua edição no Miami Beach Convention Center e terá a quantidade de ingressos limitada por dia do evento.


Localizado no coração de South Beach, o prédio que abriga a Feira foi inaugurado em 1958 e reformado entre os anos 2015 e 2018, transformando-se em uma edificação verde com certificação LEED Silver.


A proximidade do edifício com locais como a Lincoln Road, Ocean Drive, o Art Deco Historic District; além de atrações artísticas culturais, praias, hotéis, restaurantes e lojas ao ar livre faz com que os visitantes do evento desfrutem do que há de melhor na cidade.


Dividida em diversos setores, desde a arte monumental até apresentações solo de artistas emergentes, ao todo serão 2.023 galerias tanto da América do Norte como da América Central e América do Sul, Europa, África e Ásia, com destaque para as brasileiras Raquel Arnaud, Luciana Brito, Millan e Casa Triângulo.


O projeto da Millan para a Art Basel Miami Beach 2023 é representativo do compromisso da galeria em promover a experimentação e o avanço na arte contemporânea, enquanto promove o debate entre diferentes linguagens e gerações de artistas.

– Galeria Millan.


AM está de olho!


Edifício do Miami Beach Convention Center visto do alto.
Miami Beach Convention Center. Foto: divulgação/internet



Posts recentes

Ver tudo
bottom of page