Andrea Machado

Pinceladas sobre Arte e o que mais faz girar o mundo de gente que gira o planeta.

Instituto Moreira Salles expõe obras inéditas de Mira Schendel

A finalidade da arte é, simplesmente, criar um estudo da alma.
- Oscar Wilde.

Myrrha Dagmar Dubb, nasceu em 07 de junho de 1919, na cidade de Zurique, Suíça. Foi para Milão ainda adolescente junto com sua mãe e padrasto, e lá frequentou a Escola de Arte e estudou filosofia na Universidade Católica, entre 1938 e 1940.

Após a Segunda Guerra Mundial, deixou a Itália e com ela seus estudos, indo para a Bulgária onde conheceu seu primeiro esposo, Jossip Hargesheimer, e passou a assinar como Mirra Hargesheimer. Com ele viaja para o Brasil, no ano de 1946, e fixa residência em Porto Alegre.

A década de 1950 para Mira é intensa. Mas, enquanto seu trabalho caminha em linhas retas e de encontro com o reconhecimento e

sucesso, sua vida amorosa é interrompida em 1953 quando se separa de Jossip.

Sozinha vai para São Paulo e, no ano seguinte, conhece e apaixona-se por Knut Schendel com quem teve sua filha Ada Clara Schendel.

Suas inspirações resultaram em pinturas, esculturas, desenhos, artigos, poesias e restauração de imagens barrocas, e a levaram para participar da I Bienal de São Paulo, no ano de 1951.

Na década de 1960, cria desenhos em papel de arroz e produz obras utilizando o acrílico. A série datiloscritos, iniciada em 1974, levou Mira a aproximar-se de Hermann Schmitz, filósofo alemão, na qual aumenta suas idas à Europa.

Nos anos de 1980, Mira produz as têmperas brancas e negras, os Sarrafos e inicia uma série de quadros com pó de tijolo.

Com individuais ou coletivas, ela esteve presente em várias exposições e, mesmo após sua morte em 1988, seu nome é reconhecido em todo o mundo.

Em 1994, por exemplo, durante a 22ª Bienal de São Paulo, suas obras foram expostas em uma sala especial.

É nesse contexto que o Instituto Moreira Salles de São Paulo apresenta a exposição "Mira Schendel, pintora" composta por 29 obras da artista até 11 de março de 2012. A curadoria é da historiadora Maria Eduarda Marques.

Sem titulo, Mira Schendel.
sem titulo, 1953. Tempera sobre tela, 27 x 35cm. Pintura de Mira Schendel. foto: Jorge Bastos. ©Ada Schendel.
Achilles, Mira Schendel
Achilles, 1964. Oleo sobre tela. 93cm x 133cm. Pintura de Mira Schendel. Foto: Jorge Bastos. ©Ada Schendel.

Marcadores: , , ,

0 Comentário(s)
Projetado e desenvolvido por: Mario Sergio Machado.