Andrea Machado

Pinceladas sobre Arte e o que mais faz girar o mundo de gente que gira o planeta.

O Bakemono de Alice Shintani

Quem nunca teve medo da mula sem cabeça ou da mulher de branco no banheiro da escola? Não me diga que nunca cobriu a cabeça para tentar dormir! Confesso que às vezes eu ainda o faço e dependendo do barulho, quando estou sozinha, meu coração dispara!

Se no Brasil dizem que as pessoas se dividem entre os que acreditam ou não em fantasmas, no Japão elas se dividem entre os que veem e os que não veem. Lá todos acreditam na existência de fantasmas e o Bakemono é o nome dado para uma determinada classe de espíritos, que mudam de forma e aparência conforme o contexto ou a situação.

É com este título "Bakemono" que a artista paulistana, Alice Shintani, apresenta sua individual na Galeria Casa Triângulo, entre os dias 18 de agosto e 10 de setembro de 2011.

Formada em Engenharia da Computação pela Unicamp, sua transição para a arte aconteceu no ano de 2000. De lá para cá ela não parou e a partir de 2003, deu início a sua trajetória com individuais e coletivas em Bienais, Salões e Galerias de Arte no Brasil e, em 2009, foi a artista selecionada pela Bolsa Iberê Camargo.

Alice tem como fonte de inspiração o mundo e sua relação com ele e deixa para o observador a tarefa de fazer uma leitura particular de suas obras.

Serviço:
Galeria Casa Triângulo
Exposição: Bakemono
De 19 de agosto até 10 de setembro de 2011.
Horário: De terça a sábado, das 11h às 19h
Local: Rua Paes de Araújo, 77, Itaim Bibi, São Paulo

Alice Shintani, Bakemono
Alice Shintani, Bakemono

Marcadores: , , ,

0 Comentário(s)
Projetado e desenvolvido por: Mario Sergio Machado.